Edit concept Question Editor Create issue ticket

Síndrome da Brugada


Apresentação

  • Josep Brugada : Ontem ouvi uma apresentação do Dr. Ispizúa que me deixou absolutamente fascinado, sobre a possibilidade de modificar o DNA, de modificar os genes, e acredito que isso provavelmente será uma realidade.[portugues.medscape.com]
Taquicardia
  • O tratamento deve ser adequado a cada situação clínica 17 : pacientes com SB e morte súbita abortada ou que tiveram taquicardia ventricular espontânea e sustentada, bem como pacientes com pB e que tiveram síncope presumidamente por taquicardia ventricular[nucleodoconhecimento.com.br]
  • Os pacientes com síndrome de Brugada, apresentavam taquicardia ventricular ou fibrilação ventricular, eventualmente levando a morte súbita.[niltoncarneiro.com.br]
  • As drogas quinidina ou hidroquinidina têm sido comprovada para reduzir a ocorrência de taquicardia ventricular e fibrilação ventricular em pacientes com implantes de CID. Eles não foram testados em pacientes sem sintomas.[accelerated-ideas.com]
  • A síndrome de Brugada é uma doença cardíaca genética, herdada de forma autossômica dominante, relacionada à mutação de um gene que codifica canais de sódio e que aumenta o risco de morte súbita devido a arritmias ventriculares como: taquicardia ventricular[cardiopapers.com.br]
  • Hoje, a ablação epicárdica é muito utilizada em todo o mundo e é essencial nos centros diferenciados em Arritmologia e Eletrofisiologia, “sobretudo, porque é elevado o número de doentes, com história de enfarte do miocárdio com taquicardias ventriculares[newsfarma.pt]
Cardiopatia
  • Nenhum deles apresentava cardiopatia estrutural.[cardiopapers.com.br]
  • A Sociedade Europeia de Cardiologia recomenda o exame para todos, enquanto a diretriz norte-americana sustenta posição contrária: o ECG só está indicado quando há suspeita clínica de alguma cardiopatia, levantada a partir dos itens expostos no quadro.[aps.bvs.br]
  • A entidade é mais freqüente em adultos jovens, do sexo masculino e de etnia asiática, ocorrendo necessariamente na ausência de cardiopatia estrutural ou funcional aparentes e não relacionada à isquemia, desequilíbrio eletrolítico, efeito de fármacos ou[cardios.com.br]
  • Embora rara a fibrilação ventricular pode ocorrer em pacientes que fazem uso da medicação e possuem cardiopatia estrutural.[sobrac.org]

Tratamento

  • Portanto não podemos considerar a quinidina como um tratamento único, porque um episódio de fibrilação ventricular mataria o paciente, e ele deve ser protegido.[portugues.medscape.com]
  • Assim como o risco do paciente com Síndrome de Brugada é individualizado, o tratamento também é.[niltoncarneiro.com.br]
  • Em pacientes sintomáticos (ex: síncope, respiração agônica noturna ou recuperados de parada cardiorrespiratória) o único tratamento eficaz é o implante do cardiodesfibrilador.[cardiopapers.com.br]
  • O tratamento medicamentoso se restringe ao uso de isoproterenol na tempestade elétrica e de quinidina para tratamento de arritmias supraventriculares concomitantes, ou ainda choques apropriados pelo desfibrilador (CDI).[internetmedica.com.br]
  • O único tratamento eficaz comprovado para síndrome de Brugada é ter um desfibrilador cardíaco implantável (ICD) equipado. Um ICD é semelhante a um marcapasso.[accelerated-ideas.com]

Prognóstico

  • O prognóstico destes pacientes ainda não foi estabelecido. Avaliação de risco A conduta será determinada após avaliação de risco futuro de eventos arrítmicos.[controledoritmo.com.br]
  • Entre os fatores de mau prognóstico, figuram a ocorrência prévia de taquicardia ventricular com síncope ou morte súbita abortada, ocorrência de fibrilação atrial, sexo masculino, história familiar de morte súbita de origem cardíaca 16.[nucleodoconhecimento.com.br]
  • ., Dic 2013, vol.83, no.4, p.295-302 Posible valor prognostico de la fibrilación y el flutter auricular en el síndrome de Brugada Abud, Atilio et al Arch. Cardiol.[internetmedica.com.br]
  • […] permite atingir alvos terapêuticos que não estão acessíveis no mapeamento convencional por via endocárdica, mas, “dados os riscos inerentes à abordagem epicárdica, só deve vir a ser aplicada se forem confirmadas as expectativas de uma clara melhoria do prognóstico[newsfarma.pt]

Etiologia

  • Síncope ou lipotímia sem etiologia definida? 3. Dispneia, fadiga ou palpitações associadas ao exercício? 4. Histórico de sopro cardíaco? 5. Aumento da pressão arterial? 6. Já houve restrição médica à prática de exercícios? 7.[aps.bvs.br]

Prevenção

  • RIO - O estudo genético pode ser um importante aliado na prevenção da morte súbita, que atinge, apenas no Brasil, 250 mil pessoas por ano.[oglobo.globo.com]
  • Que medicinas de prevenção podemos destacar? A medicina tenta identificar as pessoas com maior probabilidade de sofrer um ataque de Morte Súbita.[lifestyle.sapo.pt]
  • Tabela 1 - Drogas a evitar Postema et al / Heart Rhythm. 2009; Vol 6, Issue 9:1335-1341 3) Prevenção Não existem medidas preventivas para estabelecer segurança confortável aos portadores da síndrome.[controledoritmo.com.br]
  • Este caso alerta para uma condição nem sempre fácil de diagnosticar e de orientar, cuja proposta atual para prevenção da morte súbita acarreta um grande impacto na vida do doente, cuja decisão livre e esclarecida deve ser respeitada.[spmi.pt]
  • Méx 2007, vol.77, no.4, p.284-287 by Dr Paulo Fernando Leite Cardiologia/Prevenção Cardiovascular Estratificação de Risco Cardiovascular Av Contorno 8351 – Conj 01 Belo Horizonte/MG/Brasil Tel: 31 32919216 2917003 3357229 (- consulta particular – ) CRMMG[internetmedica.com.br]

Perguntar

5000 Caracteres restantes Formate o texto usando: # Cabeçalho, **negrito**, _itálico_. Código HTML não é permitido.
Ao publicar esta pergunta, concorda com os Termos de Uso e a Política de Privacidade.
• Use um título preciso para a sua pergunta.
• Faça uma pergunta específica e forneça idade, sexo, sintomas, tipo e duração do tratamento.
• Respeite a sua própria privacidade e a de outras pessoas. Nunca publique nomes completos ou informações de contacto.
• Perguntas inapropriadas serão excluídas.
• Em casos urgentes, entre em contacto com um médico, visite um hospital ou ligue para um serviço de emergência!