Edit concept Question Editor Create issue ticket

Síndroma de fadiga crónica


Apresentação

  • A apresentação de imagens de cérebros típicos de esquizofrênicos, deprimidos, normais ou fatigados produz a sensação de que há uma diferença categórica entre tipos de humanos que correspondem, essencialmente, a seus tipos de cérebros.[doi.org]
Mal-estar
  • estar pós-exercício físico de duração maior que 24 horas).[doi.org]
Epilepsia
  • A partir daí, investigou-se se a perfusão nesse local, nos pacientes com SFC, diferia entre os seguintes grupos: controles normais, pacientes com depressão maior e pacientes com epilepsia.[doi.org]
Dor
  • […] de garganta, sensibilidade nos linfonodos cervicais ou axilares, dor muscular, dor nas articulações sem evidência de artrite, dores de cabeça de tipo diferente do que o paciente costumava apresentar antes de ser acometido, sono não restaurador, mal estar[doi.org]
Fadiga
  • SM Kosslyn O cérebro sempre esteve na mira das hipóteses etiológicas dos transtornos ligados à fadiga.[doi.org]
Síndroma de fadiga crónica
  • Síndrome da fadiga crônica e o cérebro como etiologia A história da síndrome da fadiga crônica começou com a publicação, ao longo dos anos 1980, de algumas séries de casos que descreviam uma doença com sintomas semelhantes aos efeitos retardados de uma[doi.org]

Tratamento

  • Revisam-se alguns dos estudos publicados sobre o assunto na década de 1990 e analisa-se um ponto específico desses estudo, que é a busca de alterações na ativação cerebral ou outros tipos de anormalidade que possam fornecer um padrão para diagnóstico e tratamento[doi.org]

Etiologia

  • O que vemos ocorrer é o mesmo que no caso das doenças consideradas psicossomáticas ou sem etiologia somática específica: o ônus da responsabilidade pela doença recai severamente sobre o sofredor.[doi.org]

Perguntar

5000 Caracteres restantes Formate o texto usando: # Cabeçalho, **negrito**, _itálico_. Código HTML não é permitido.
Ao publicar esta pergunta, concorda com os Termos de Uso e a Política de Privacidade.
• Use um título preciso para a sua pergunta.
• Faça uma pergunta específica e forneça idade, sexo, sintomas, tipo e duração do tratamento.
• Respeite a sua própria privacidade e a de outras pessoas. Nunca publique nomes completos ou informações de contacto.
• Perguntas inapropriadas serão excluídas.
• Em casos urgentes, entre em contacto com um médico, visite um hospital ou ligue para um serviço de emergência!