Edit concept Question Editor Create issue ticket

Púrpura trombocitopénica imune


Apresentação

  • O aspirado e biópsia da medula óssea são, em geral, realizados para excluir outras causas de trombocitopenia, mas, quando a apresentação clínica é típica, são negativos.[alert-online.com]
Epistaxe
  • Na cavidade oral, pode-se ver sangramento gengival, e podem também ocorrer quadros de epistaxe e sangramento menstrual excessivo (Meno-Metrorragia), que pode ser o primeiro indício da doença.[passeidireto.com]
  • O quadro clínico, em geral, é de instalação abrupta, podendo ocorrer: sangramentos cutâneos: presença de petéquias e equimoses, sangramentos mucosos: presença de epistaxe, gengivorragia, menorragia, hematúria ou sangramentos no trato gastrointestinal,[alerjln1.alerj.rj.gov.br]
  • Normalmente o quadro clínico se instala abruptamente, podendo ser caracterizado por: Sangramentos cutâneos (petéquias e equimoses); Sangramentos mucosos ( epistaxe, gengivorragia, menorragia, hematúria ou sangramento no trato gastrointestinal); Podem[infoescola.com]
  • Podem ocorrer também sangramentos nasais (epistaxes), nas gengivas, gastrintestinais e no trato urinário. A ocorrência de edemas, dor nas pernas e hemorragias menstruais são mais difíceis de controlar.[tjdft.jus.br]
  • Com relação à presença de sangramentos, petéquias e/ou equimoses, estas ocorreram em todos os pacientes, gengivorragia em cinco pacientes, sangramento gastrintestinal (hematêmese ou melena) em três e epistaxe ocorreu em três.[portaleducacao.com.br]
Hemorragia intracraniana
  • Muito raramente, surgem hemorragias intracranianas ou em outros órgãos internos. Não é raro os doentes terem uma história de equimoses frequentes, após pequenos traumas.[alert-online.com]
Hematemese
  • Com relação à presença de sangramentos, petéquias e/ou equimoses, estas ocorreram em todos os pacientes, gengivorragia em cinco pacientes, sangramento gastrintestinal (hematêmese ou melena) em três e epistaxe ocorreu em três.[portaleducacao.com.br]
Anemia
  • Púrpura trombocitopênica e anemia hemolítica auto-imune em pacientes internados com lúpus eritematoso sistêmico juvenil Trombocytopenic purpura and autoimmune hemolytic anemia in hospitalized patients with juvenile systemic lupus erythematosus Jochebed[portaleducacao.com.br]
  • Para o tratamento da anemia aplástica grave, o Revolade foi estudado em 43 pacientes e não foi comparado com nenhum outro medicamento.[medicsupply.net]
  • Alguns outros achados laboratoriais indiretos são: Plaquetas de volume aumentado (MPV maior que 12) PDW aumentado (indicando aumento da variabilidade de tamanho das plaquetas) Em casos graves, anemias, pelos intensos sangramentos O aspirado de medula[passeidireto.com]
  • : anemia ferropriva anemia megaloblástica anemia perniciosa anemia aplástica anemia de Fanconi anemia hemolítica, entre outras.[pt.wikipedia.org]
  • O diagnóstico é considerado presuntivo quando há anemia hemolítica microangiopática e trombocitopenia sem outra causa óbvia para tais manifestações.[pebmed.com.br]
Febre
  • […] os efeitos colaterais mais comuns incluiram: dor de cabeça, tontura, insônia, tosse, dispnéia (dificuldade para respirar), dor na barriga ou na boca e na garganta, náuseas, diarréia, dor nas articulações, espasmos musculares, dor nos membros, fadiga, febre[medicsupply.net]
  • Febre, achados neurológicos e disfunção renal podem estar presentes, mas não são necessárias para presumir o diagnóstico. A plasmaférese age repondo ADAMTS13 e removendo os autoanticorpos e os grandes multímeros do fator de von Willebrand.[pebmed.com.br]
  • Negava febre ou infecções prévias. Ao exame físico, apresentava-se em bom estado geral, com petéquias pelo corpo e em pálato. O fígado encontrava-se a 1,5 cm do rebordo costal direito e o baço era impalpável. Não foram encontradas outras alterações.[jped.com.br]
  • A febre e as infecções recorrentes não fazem parte do espectro clínico da doença. O hemograma mostra um reduzido número de plaquetas, mas as outras células do sangue não são afectadas.[alert-online.com]
Sangramento gengival
  • Na cavidade oral, pode-se ver sangramento gengival, e podem também ocorrer quadros de epistaxe e sangramento menstrual excessivo (Meno-Metrorragia), que pode ser o primeiro indício da doença.[passeidireto.com]
Esplenomegalia
  • Em geral, não há antecedentes de infecção e não há esplenomegalia. O início é insidioso, e costuma haver sintomas hemorrágicos de gravidade variável.[passeidireto.com]
  • A esplenomegalia normalmente não faz parte do quadro de PTI. Na sua presença, recomenda-se investigação de outras causas que levem ao aumento esplênico.[alerjln1.alerj.rj.gov.br]
  • Mesmo que essas células sanguíneas sejam produzidas pelo baço, normalmente a esplenomegalia está ausente nessa doença. Devido à acelerada produção plaquetária, pode estar presente no hemograma megaloplaquetas.[infoescola.com]
  • Embora as plaquetas sejam destruídas pelo baço, ele normalmente não se apresenta aumentado (isto é esplenomegalia ausente).[pt.wikipedia.org]
Púrpura
  • Palavras-chave Púrpura. Púrpura trombocitopênica imune. Helicobacter pylori / tratamento. Fisiopatologia.[portalseer.ufba.br]
  • O que é a Púrpura Trombocitopênica Imune A Púrpura Trombocitopênica Imune (PTI) é uma doença hemorrágica relacionada ao baixo número de plaquetas no sangue.[muitossomosraros.com.br]
  • Púrpura trombocitopênica e anemia hemolítica auto-imune em pacientes internados com lúpus eritematoso sistêmico juvenil Trombocytopenic purpura and autoimmune hemolytic anemia in hospitalized patients with juvenile systemic lupus erythematosus Jochebed[portaleducacao.com.br]
  • A purpura é um surgimento muito raro, que acomete em aparecer manchas vermelhas pelo corpo, órgãos e membranas mucosas incluindo a cobertura da boca.[webartigos.com]
  • PÚRPURA TROMBOCITOPÊNICA IMUNE ---------------- Na púrpura trombocitopênica imune idiopática, as plaquetas são destruídas prematuramente por anticorpos que se ligam a superfície de suas membranas.[passeidireto.com]
Petéquias
  • A pessoa com baixo número de plaquetas apresenta sangramentos espontâneos e hematomas e petéquias ( pequenas manchas vermelhas). O nome Púrpura é uma referência às manchas roxas que surgem na pele dos pacientes. A PTI é uma doença autoimune.[muitossomosraros.com.br]
  • As PTI induzidas por drogas costumam ter manifestações hemorrágicas graves como sangramento e bolhas hemorrágicas em mucosas, petéquias e equimoses.[passeidireto.com]
  • Os principais sinais da PTI são: – Pequenas manchas avermelhadas na pele, as chamadas petéquias – Hematomas que não tenham sido causados por traumas (manchas escuras resultantes de hemorragias sob a pele) – Sangramentos espontâneos – uma menstruação intensa[shhsjc.com.br]
  • Embora muitos casos sejam assintomáticos, a baixa contagem de plaquetas pode causar o surgimento de púrpura, que é uma manifestação que envolve o aparecimento de petéquias, equimoses e outras manifestações hemorrágicas.[alerjln1.alerj.rj.gov.br]
  • Muitas vezes essa doença é assintomática, mas a baixa contagem de plaquetas pode levar ao aparecimento de púrpura, manifestação que envolve o surgimento de petéquias, equimoses e outras manifestações hemorrágicas.[infoescola.com]

Exames clínicos

  • Diagnóstico O diagnóstico baseia-se no exame clínico e no resultado do hemograma.[tjdft.jus.br]

Tratamento

  • O medicamento só pode ser obtido mediante receita médica e o seu tratamento deve ser iniciado e supervisionado por um médico com experiência no tratamento de doenças do sangue ou hepatite C crônica e suas complicações.[medicsupply.net]
  • Com isso, a identificação desse subgrupo de pacientes pode evitar as complicações advindas dos tratamentos tradicionalmente usados na PTI. Palavras-chave Púrpura. Púrpura trombocitopênica imune. Helicobacter pylori / tratamento. Fisiopatologia.[portalseer.ufba.br]
  • […] que possam ter recaídas e seguirem com tratamento de corticoides (LOPES, 2005).[webartigos.com]
  • (ou seja, tem baixa acurácia) TRATAMENTO CRIANÇA: O tratamento não parece reduzir a chance de eventos hemorrágicos graves, mas acelera a recuperação da plaquetometria.[passeidireto.com]
  • Dados apontam que 90% das crianças entre 3 e 7 anos de idade com PTI atingem a remissão completa independentemente do tratamento. Já a crônica afeta mais adultos, tem longa duração e pede tratamento específico.[shhsjc.com.br]

Prognóstico

  • O prognóstico e a mortalidade da púrpura trombocitopênica estão relacionados aos sangramentos, particularmente hemorragia do SNC, como ocorreu em um caso deste estudo.[portaleducacao.com.br]
  • Procure assistência médica para diagnóstico e tratamento, se necessário; * Em geral, a púrpura trombocitopênica imunológica tem bom prognóstico, desde que devidamente tratada. FONTE:[tjdft.jus.br]
  • Em geral, o prognóstico é bom. A doença corre um curso fundamentalmente benigno. Não há espaço para terapêuticas exageradas ou agressivas em excesso.[alert-online.com]

Etiologia

  • Sua etiologia está na ruptura de capilares, sendo que geralmente é causada por traumatismos na pele ou nas mucosas. Em mulheres e crianças é comum o aparecimento de púrpura nas pernas com traumatismo mínimo ou até mesmo sem traumatismo.[infoescola.com]
  • Introdução A púrpura trombocitopênica idiopática (PTI) é uma doença de provável etiologia autoimune, que acomete crianças e adultos em uma incidência estimada de 10-125 por 1.000.000 de pessoas por ano().[jped.com.br]

Fisiopatologia

  • A fisiopatologia está na injúria endotelial, que é causada por estímulos ainda não conhecidos. O endotélio danificado[passeidireto.com]

Prevenção

  • Tudo sobre Catapora Dermatologia Doenças raras Pele Prevenção e Tratamento[saude.abril.com.br]
  • Prevenção Como a causa do ITP é desconhecida, não há maneiras específicas de evitá-lo. Entretanto, sangramentos e ferimentos podem ser sérios em pessoas com PTI. Tome as precauções necessárias, tais como amortecer o berço do bebé ou a área de jogo.[hospitalinfantilsabara.org.br]

Perguntar

5000 Caracteres restantes Formate o texto usando: # Cabeçalho, **negrito**, _itálico_. Código HTML não é permitido.
Ao publicar esta pergunta, concorda com os Termos de Uso e a Política de Privacidade.
• Use um título preciso para a sua pergunta.
• Faça uma pergunta específica e forneça idade, sexo, sintomas, tipo e duração do tratamento.
• Respeite a sua própria privacidade e a de outras pessoas. Nunca publique nomes completos ou informações de contacto.
• Perguntas inapropriadas serão excluídas.
• Em casos urgentes, entre em contacto com um médico, visite um hospital ou ligue para um serviço de emergência!