Edit concept Question Editor Create issue ticket

Nefropatia diabética


Apresentação

Hipertensão arterial
  • Controlo da pressão arterial A hipertensão arterial agrava a evolução da nefropatia diabética, além de ser um fator de risco cardiovascular.[rotasaude.lusiadas.pt]
Insuficiência renal
  • Com a evolução da doença – agravada pela falta de controlo da glicemia – a nefropatia pode passar a um quadro de insuficiência renal crónica.[rotasaude.lusiadas.pt]
  • Esse é um quadro perigoso e que deve ser monitorado, pois pode abrir espaço para uma insuficiência renal avançada. Outra forma de se descobrir a ocorrência da nefropatia diabética é um exame de urina que se chama microalbuminúria .[fatordiabetes.com]

Tratamento

  • É muito importante ressaltar que a prevenção e o tratamento precoce são essenciais.[fatordiabetes.com]
  • Tratamento da nefropatia diabética e controlo A melhor forma de prevenir e diminuir o agravamento da nefropatia diabética passa, essencialmente, por: Controlo da glicemia Uma vez que a presença elevada de açúcar no sangue danifica os vasos sanguíneos[rotasaude.lusiadas.pt]

Prevenção

  • É muito importante ressaltar que a prevenção e o tratamento precoce são essenciais.[fatordiabetes.com]
  • […] prevenir e diminuir o agravamento da nefropatia diabética passa, essencialmente, por: Controlo da glicemia Uma vez que a presença elevada de açúcar no sangue danifica os vasos sanguíneos dos rins (e de outros órgãos), o seu controlo é sobretudo eficaz “na prevenção[rotasaude.lusiadas.pt]

Perguntar

5000 Caracteres restantes Formate o texto usando: # Cabeçalho, **negrito**, _itálico_. Código HTML não é permitido.
Ao publicar esta pergunta, concorda com os Termos de Uso e a Política de Privacidade.
• Use um título preciso para a sua pergunta.
• Faça uma pergunta específica e forneça idade, sexo, sintomas, tipo e duração do tratamento.
• Respeite a sua própria privacidade e a de outras pessoas. Nunca publique nomes completos ou informações de contacto.
• Perguntas inapropriadas serão excluídas.
• Em casos urgentes, entre em contacto com um médico, visite um hospital ou ligue para um serviço de emergência!